Perguntas Frequentes Sobre a Pílula Abortiva

Quem pode usar Pílula Abortiva?

    Não, use o mesmo número de comprimidos que recomendamos para todas. Estudos demostraram que o sucesso da medicação não diminui para pessoas grandes ou com sobrepeso. Não precisa tomar uma dose diferente ou mais comprimidos.

    Você não precisa alterar a dose ou o número de pílulas se descobrir que está grávida de gêmeos. O mesmo procedimento é usado para gestações gemelares.

    Não, cada gravidez é um evento único. Se você usou as pílulas abortivas antes, não precisa de uma dose maior se a usar novamente para uma gravidez indesejada diferente.

    Se você tiver um dispositivo contraceptivo intrauterino no útero (por exemplo, o DIU de cobre, prata ou de progesterona), você deve removê-lo antes de usar os medicamentos para abortar.

    Você pode amamentar normalmente ao fazer um aborto com pílulas. A mifepristona e o misoprostol podem passar para o leite materno, mas as quantidades são pequenas e não devem causar efeitos colaterais no bebê. Se ainda estiver nervosa com relação a isso, você pode amamentar o bebê, tomar as pílulas de misoprostol e esperar 4 horas antes de amamentar novamente. Se precisar tomar outra rodada de pílulas de misoprostol, amamente novamente antes de tomar as pílulas. No entanto, isso é completamente opcional e depende de sua preferência.

    Se você estiver convivendo com HIV, certifique-se de tomar seus medicamentos antirretrovirais e de que sua saúde esteja boa.

    Se você tiver anemia (baixo índice de ferro no sangue), identifique um serviço de saúde que esteja a menos de 30 minutos de distância para ajudá-la, caso você precise. Se você tem anemia aguda, consulte um(a) médico(a) antes de usar as pílulas abortivas.

    Não, o uso de pílulas abortivas no início da gravidez é seguro, mesmo que você tenha tido um parto cesáreo anterior.

    Não houve ligação encontrada entre mifepristona e defeitos congênitos. No entanto, o misoprostol causa uma taxa ligeiramente aumentada de defeitos congênitos. Se uma pessoa toma misoprostol e continua grávida depois de tomar as pílulas, poderá ter um aborto espontâneo. Se você não tiver um aborto espontâneo e levar a gravidez a termo, o risco de defeitos congênitos aumenta em 1% (um bebê em cada 100).

    Não, não é seguro usar pílulas abortivas se você sabe que está em risco de gravidez ectópica. Porque você teve uma ligadura de trompas, sabemos que há cicatrizes nos tubos (Trompas de Falópio). É provavelmente por isso que a sua última gravidez foi uma gravidez ectópica. As trompas de Falópio são os locais onde um óvulo é fertilizado com um esperma. A gravidez começa a crescer e move-se ao longo do tubo até o útero. Se o tubo está com cicatrizes, a gravidez pode ficar presa no tubo. Conforme a gravidez cresce, isso pode fazer com que o tubo se rompa. Se o tubo se romper, isso poderá causar uma grande hemorragia dentro de você, o que ameaça sua vida. Se você já teve uma gravidez ectópica antes, você está em risco de outra gravidez ectópica. Você não deve usar as pílulas abortivas sem antes fazer um ultrassom para que tenha certeza de que a gravidez está no útero, não nas trompas.

    Primeiro, você deve saber que a maioria das pessoas não estará ciente dessa condição, a menos que tenha feito um ultrassom. Gravidezes ectópicas não são viáveis e oferecem risco de vida, por isso, mesmo em países onde o aborto não é legal, é possível ter acesso a um procedimento legal para interromper esta gravidez.

Quem pode usar Pílula Abortiva?

    Não, use o mesmo número de comprimidos que recomendamos para todas. Estudos demostraram que o sucesso da medicação não diminui para pessoas grandes ou com sobrepeso. Não precisa tomar uma dose diferente ou mais comprimidos.

    Você não precisa alterar a dose ou o número de pílulas se descobrir que está grávida de gêmeos. O mesmo procedimento é usado para gestações gemelares.

    Não, cada gravidez é um evento único. Se você usou as pílulas abortivas antes, não precisa de uma dose maior se a usar novamente para uma gravidez indesejada diferente.

    Se você tiver um dispositivo contraceptivo intrauterino no útero (por exemplo, o DIU de cobre, prata ou de progesterona), você deve removê-lo antes de usar os medicamentos para abortar.

    Você pode amamentar normalmente ao fazer um aborto com pílulas. A mifepristona e o misoprostol podem passar para o leite materno, mas as quantidades são pequenas e não devem causar efeitos colaterais no bebê. Se ainda estiver nervosa com relação a isso, você pode amamentar o bebê, tomar as pílulas de misoprostol e esperar 4 horas antes de amamentar novamente. Se precisar tomar outra rodada de pílulas de misoprostol, amamente novamente antes de tomar as pílulas. No entanto, isso é completamente opcional e depende de sua preferência.

    Se você estiver convivendo com HIV, certifique-se de tomar seus medicamentos antirretrovirais e de que sua saúde esteja boa.

    Se você tiver anemia (baixo índice de ferro no sangue), identifique um serviço de saúde que esteja a menos de 30 minutos de distância para ajudá-la, caso você precise. Se você tem anemia aguda, consulte um(a) médico(a) antes de usar as pílulas abortivas.

    Não, o uso de pílulas abortivas no início da gravidez é seguro, mesmo que você tenha tido um parto cesáreo anterior.

    Não houve ligação encontrada entre mifepristona e defeitos congênitos. No entanto, o misoprostol causa uma taxa ligeiramente aumentada de defeitos congênitos. Se uma pessoa toma misoprostol e continua grávida depois de tomar as pílulas, poderá ter um aborto espontâneo. Se você não tiver um aborto espontâneo e levar a gravidez a termo, o risco de defeitos congênitos aumenta em 1% (um bebê em cada 100).

    Não, não é seguro usar pílulas abortivas se você sabe que está em risco de gravidez ectópica. Porque você teve uma ligadura de trompas, sabemos que há cicatrizes nos tubos (Trompas de Falópio). É provavelmente por isso que a sua última gravidez foi uma gravidez ectópica. As trompas de Falópio são os locais onde um óvulo é fertilizado com um esperma. A gravidez começa a crescer e move-se ao longo do tubo até o útero. Se o tubo está com cicatrizes, a gravidez pode ficar presa no tubo. Conforme a gravidez cresce, isso pode fazer com que o tubo se rompa. Se o tubo se romper, isso poderá causar uma grande hemorragia dentro de você, o que ameaça sua vida. Se você já teve uma gravidez ectópica antes, você está em risco de outra gravidez ectópica. Você não deve usar as pílulas abortivas sem antes fazer um ultrassom para que tenha certeza de que a gravidez está no útero, não nas trompas.

    Primeiro, você deve saber que a maioria das pessoas não estará ciente dessa condição, a menos que tenha feito um ultrassom. Gravidezes ectópicas não são viáveis e oferecem risco de vida, por isso, mesmo em países onde o aborto não é legal, é possível ter acesso a um procedimento legal para interromper esta gravidez.

Tipos de Pílulas Abortivas e o Seu Uso

    Existem dois tipos de pílulas abortivas, e cada um tem um mecanismo de ação diferente. A mifepristona bloqueia o hormônio necessário para o crescimento da gravidez, enquanto os ingredientes usados ​​no misoprostol trabalham ao relaxar e ao abrir o colo do útero (cérvix) e fazem com que o útero se contraia, o que expulsa a gravidez.

    O misoprostol faz com que o útero se contraia e expulse a gravidez.

    A mifepristona bloqueia o hormônio necessário para uma gravidez crescer.

    Sim, você pode usar o misoprostol com segurança em casa. Quando tomar pílulas de Misoprostol, tente se certificar de que está numa área (como sua casa), onde tem privacidade e que possa se deitar e descansar por algumas horas depois de tomar as pílulas. Ter alguém que possa cuidar de você e lhe trazer chá quente ou trazer algo para comer pode ser muito útil.

    Não coma nem beba nada por 30 minutos enquanto permite que o misoprostol se dissolva. Depois de 30 minutos, já pode beber água para engolir os restos das pílulas e, em geral, a quantidade de água que precisar para se sentir hidratada.

    Sim, você pode beber água para ajudar a engolir a mifepristona.

    Existem duas maneiras de usar o misoprostol: colocar as pílulas na sua vagina ou sob sua língua (sublingual). HowToUseAbortionPill sugere que você use apenas misoprostol sob a sua língua, porque é mais privado (os comprimidos se dissolvem mais rápido e não deixam vestígios visíveis no seu corpo) e tem menos risco de infecção.

    Tanto a combinação de mifepristona e misoprostol como apenas misoprostol são opções eficazes. No entanto, se disponível e acessível, a combinação de mifepristona e misoprostol deve ser a sua escolha preferencial.

    98 em 100 mulheres terão um aborto completo se mifepristona e misoprostol forem usados. Cerca de 95 em 100 mulheres terão um aborto completo se utilizarem apenas o misoprostol.

    Mifepristona e misoprostol são usados ​​juntos porque os comprimidos se complementam. A mifepristona impede que a gravidez cresça. O medicamento usado no misoprostol funciona relaxando e abrindo o colo do útero (cérvix) e fazendo com que o útero se contraia, o que expulsa a gravidez.

    Se usar comprimidos de misoprostol sob a sua língua, ninguém será capaz de dizer que você usou pílulas abortivas, pois você engolirá tudo depois de 30 minutos. Se alguém perguntar, pode dizer que teve um aborto natural. Se usar o misoprostol por via vaginal, o revestimento da pílula pode não se dissolver completamente por um dia ou dois. Se precisar procurar atendimento médico urgente dentro de 48 horas desde que usou misoprostol por via vaginal, o profissional de saúde poderá ver o material branco da pílula na sua vagina. É por isso que o HowToUseAbortionPill sugere o uso do misoprostol sob a língua e não dentro da vagina.

Tipos de Pílulas Abortivas e o Seu Uso

    Existem dois tipos de pílulas abortivas, e cada um tem um mecanismo de ação diferente. A mifepristona bloqueia o hormônio necessário para o crescimento da gravidez, enquanto os ingredientes usados ​​no misoprostol trabalham ao relaxar e ao abrir o colo do útero (cérvix) e fazem com que o útero se contraia, o que expulsa a gravidez.

    O misoprostol faz com que o útero se contraia e expulse a gravidez.

    A mifepristona bloqueia o hormônio necessário para uma gravidez crescer.

    Sim, você pode usar o misoprostol com segurança em casa. Quando tomar pílulas de Misoprostol, tente se certificar de que está numa área (como sua casa), onde tem privacidade e que possa se deitar e descansar por algumas horas depois de tomar as pílulas. Ter alguém que possa cuidar de você e lhe trazer chá quente ou trazer algo para comer pode ser muito útil.

    Não coma nem beba nada por 30 minutos enquanto permite que o misoprostol se dissolva. Depois de 30 minutos, já pode beber água para engolir os restos das pílulas e, em geral, a quantidade de água que precisar para se sentir hidratada.

    Sim, você pode beber água para ajudar a engolir a mifepristona.

    Existem duas maneiras de usar o misoprostol: colocar as pílulas na sua vagina ou sob sua língua (sublingual). HowToUseAbortionPill sugere que você use apenas misoprostol sob a sua língua, porque é mais privado (os comprimidos se dissolvem mais rápido e não deixam vestígios visíveis no seu corpo) e tem menos risco de infecção.

    Tanto a combinação de mifepristona e misoprostol como apenas misoprostol são opções eficazes. No entanto, se disponível e acessível, a combinação de mifepristona e misoprostol deve ser a sua escolha preferencial.

    98 em 100 mulheres terão um aborto completo se mifepristona e misoprostol forem usados. Cerca de 95 em 100 mulheres terão um aborto completo se utilizarem apenas o misoprostol.

    Mifepristona e misoprostol são usados ​​juntos porque os comprimidos se complementam. A mifepristona impede que a gravidez cresça. O medicamento usado no misoprostol funciona relaxando e abrindo o colo do útero (cérvix) e fazendo com que o útero se contraia, o que expulsa a gravidez.

    Se usar comprimidos de misoprostol sob a sua língua, ninguém será capaz de dizer que você usou pílulas abortivas, pois você engolirá tudo depois de 30 minutos. Se alguém perguntar, pode dizer que teve um aborto natural. Se usar o misoprostol por via vaginal, o revestimento da pílula pode não se dissolver completamente por um dia ou dois. Se precisar procurar atendimento médico urgente dentro de 48 horas desde que usou misoprostol por via vaginal, o profissional de saúde poderá ver o material branco da pílula na sua vagina. É por isso que o HowToUseAbortionPill sugere o uso do misoprostol sob a língua e não dentro da vagina.

Contra-Indicações da Pilula Abortiva

    Deve evitar usar pílulas abortivas em casa seguindo o protocolo HowToUseAbortionPill se tiver mais de 12 semanas de gravidez; se tiver alergia a mifepristona ou misoprostol; se tem problemas de saúde graves, incluindo problemas de coagulação do sangue; ou se acredita ou sabe que a gravidez está crescendo fora do útero (gravidez ectópica).

Contra-Indicações da Pilula Abortiva

    Deve evitar usar pílulas abortivas em casa seguindo o protocolo HowToUseAbortionPill se tiver mais de 12 semanas de gravidez; se tiver alergia a mifepristona ou misoprostol; se tem problemas de saúde graves, incluindo problemas de coagulação do sangue; ou se acredita ou sabe que a gravidez está crescendo fora do útero (gravidez ectópica).

Efeitos colaterais e complicações de pílulas de aborto

    Para algumas pessoas, as cólicas são muito fortes – muito mais dolorosas do que cólicas menstruais (se tiver cólicas menstruais) e o sangramento é muito mais forte do que o período menstrual. Você pode expulsar coágulos sanguíneos do tamanho de limões nas primeiras horas depois de tomar misoprostol. Para outras pessoas, as cólicas são leves e o sangramento é como um período menstrual normal.

    Procure atendimento médico se você não sangrar ou tiver pouco sangramento, seguido por uma dor intensa (particularmente no ombro direito) que não seja aliviada pelo ibuprofeno. Isso pode ser um sinal de uma gravidez ectópica (uma gravidez localizada fora do útero). Embora isso seja raro, pode ser fatal. Você também pode contatar nossas amigas em www.safe2choose.org para falar com uma conselheira treinada sobre a interrupção voluntária da gravidez se estiver preocupada que o aborto não tenha sido bem sucedido.

    Procure atendimento médico se você ensopar com sangue mais de 2 absorventes menstruais regulares por hora durante 2 horas seguidas depois do que você acreditar ser a expulsão da gravidez. Ensopar significa que o absorvente está encharcado de sangue de frente para trás, lado a lado e através.

    Pode tomar 3-4 comprimidos de ibuprofeno (200 mg) a cada 6-8 horas para ajudar a aliviar sua dor. Lembre-se de que você também pode tomar ibuprofeno antes de usar o misoprostol.

    Depois que o misoprostol se dissolver, pode comer o que quiser. Alimentos secos (por exemplo, biscoitos ou torradas) podem ajudar com a náusea, enquanto vegetais de folhas verdes, ovos e carne vermelha podem ajudar a recuperar os minerais perdidos durante o aborto.

    Depois que o misoprostol se dissolver, pode beber qualquer líquido que desejar (exceto álcool).

    O álcool deve ser evitado durante o tratamento para evitar afetar a eficiência do medicamento. O álcool também pode causar aumento do sangramento uterino em alguns casos e diminuir a eficácia de outros medicamentos utilizados para reduzir a dor ou a infeção (ao lidar com complicações). Em geral, recomenda-se evitar o álcool até que confirme que o seu aborto está completo e que está com boa saúde.

    A maioria das pessoas expulsa a gravidez dentro de 4 a 5 horas e sente-se melhor em menos de 24 horas. É normal continuar a ter um sangramento leve e gotinhas de sangue até a próxima menstruação em cerca de 3 a 4 semanas.

    É normal sentir-se mal do estômago, ter diarreia, calafrios ou sentir febre durante esse período. A maioria das mulheres afirma que sabe quando expulsou a gravidez porque o sangramento diminui e elas começam a sentir-se muito melhor.

    Algumas pessoas podem precisar de um procedimento cirúrgico se ainda estiverem grávidas depois de tomar os comprimidos. Lembre-se! O tratamento para um aborto incompleto está amplamente disponível em todo o mundo. Você tem o direito a este serviço, mesmo que o aborto seja legalmente restrito no seu país.

Efeitos colaterais e complicações de pílulas de aborto

    Para algumas pessoas, as cólicas são muito fortes – muito mais dolorosas do que cólicas menstruais (se tiver cólicas menstruais) e o sangramento é muito mais forte do que o período menstrual. Você pode expulsar coágulos sanguíneos do tamanho de limões nas primeiras horas depois de tomar misoprostol. Para outras pessoas, as cólicas são leves e o sangramento é como um período menstrual normal.

    Procure atendimento médico se você não sangrar ou tiver pouco sangramento, seguido por uma dor intensa (particularmente no ombro direito) que não seja aliviada pelo ibuprofeno. Isso pode ser um sinal de uma gravidez ectópica (uma gravidez localizada fora do útero). Embora isso seja raro, pode ser fatal. Você também pode contatar nossas amigas em www.safe2choose.org para falar com uma conselheira treinada sobre a interrupção voluntária da gravidez se estiver preocupada que o aborto não tenha sido bem sucedido.

    Procure atendimento médico se você ensopar com sangue mais de 2 absorventes menstruais regulares por hora durante 2 horas seguidas depois do que você acreditar ser a expulsão da gravidez. Ensopar significa que o absorvente está encharcado de sangue de frente para trás, lado a lado e através.

    Pode tomar 3-4 comprimidos de ibuprofeno (200 mg) a cada 6-8 horas para ajudar a aliviar sua dor. Lembre-se de que você também pode tomar ibuprofeno antes de usar o misoprostol.

    Depois que o misoprostol se dissolver, pode comer o que quiser. Alimentos secos (por exemplo, biscoitos ou torradas) podem ajudar com a náusea, enquanto vegetais de folhas verdes, ovos e carne vermelha podem ajudar a recuperar os minerais perdidos durante o aborto.

    Depois que o misoprostol se dissolver, pode beber qualquer líquido que desejar (exceto álcool).

    O álcool deve ser evitado durante o tratamento para evitar afetar a eficiência do medicamento. O álcool também pode causar aumento do sangramento uterino em alguns casos e diminuir a eficácia de outros medicamentos utilizados para reduzir a dor ou a infeção (ao lidar com complicações). Em geral, recomenda-se evitar o álcool até que confirme que o seu aborto está completo e que está com boa saúde.

    A maioria das pessoas expulsa a gravidez dentro de 4 a 5 horas e sente-se melhor em menos de 24 horas. É normal continuar a ter um sangramento leve e gotinhas de sangue até a próxima menstruação em cerca de 3 a 4 semanas.

    É normal sentir-se mal do estômago, ter diarreia, calafrios ou sentir febre durante esse período. A maioria das mulheres afirma que sabe quando expulsou a gravidez porque o sangramento diminui e elas começam a sentir-se muito melhor.

    Algumas pessoas podem precisar de um procedimento cirúrgico se ainda estiverem grávidas depois de tomar os comprimidos. Lembre-se! O tratamento para um aborto incompleto está amplamente disponível em todo o mundo. Você tem o direito a este serviço, mesmo que o aborto seja legalmente restrito no seu país.

Aborto com medicamentos e Futura Fertilidade

    Você pode engravidar novamente 8 dias depois de um aborto com medicamentos. Se tiver relações sexuais, deve considerar o uso de contraceptivos para evitar uma gravidez não planejada.

    Não, as pílulas abortivas não causam defeitos congênitos em futuras gestações.

    Não, ter um aborto com pílulas não tornará mais difícil engravidar no futuro.

Aborto com medicamentos e Futura Fertilidade

    Você pode engravidar novamente 8 dias depois de um aborto com medicamentos. Se tiver relações sexuais, deve considerar o uso de contraceptivos para evitar uma gravidez não planejada.

    Não, as pílulas abortivas não causam defeitos congênitos em futuras gestações.

    Não, ter um aborto com pílulas não tornará mais difícil engravidar no futuro.

Outras perguntas frequentes sobre aborto

    Os métodos de aborto não devem ser confundidos com métodos para prevenir a gravidez (métodos contraceptivos, incluindo contracepção de emergência). Os métodos anticoncepcionais funcionam impedindo a ovulação (a libertação de um óvulo) ou impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. Métodos contraceptivos, incluindo contracepção de emergência, não podem ser usados para interromper uma gravidez. Você pode visitar www.findmymethod.org para aprender mais sobre os métodos contraceptivos.

    As pílulas contraceptivas de emergência (Anticoncepção de Emergência ou Pílula do Dia Seguinte) são um meio seguro e eficaz de prevenir a gravidez após uma relação sexual desprotegida. Elas funcionam impedindo a ovulação (a libertação de um óvulo) ou impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. Pílulas do Dia Seguinte não terminarão ou interromperão uma gravidez estabelecida. Seu uso é diferente dos comprimidos de aborto (que incluem mifepristona e misoprostol). Ambos os tratamentos são essenciais para a saúde reprodutiva em todo o mundo.

    Existem dois tipos comuns de aborto:

    1) Aborto com medicamentos: Abortos com medicamentos usam comprimidos para interromper a gravidez. Às vezes, os termos “aborto não cirúrgico” ou “aborto com pílulas” também são usados.

    2) Aborto cirúrgico: Nos procedimentos de aborto cirúrgico, um profissional qualificado irá esvaziar o útero através do colo do útero para interromper a gravidez. Esses procedimentos incluem aspiração manual intrauterina (AMIU) e dilatação e evacuação (D&E).

    Para informações adicionais, pode entrar em contato com nossa equipe em info@howtouseabortionpill.org.

Outras perguntas frequentes sobre aborto

    Os métodos de aborto não devem ser confundidos com métodos para prevenir a gravidez (métodos contraceptivos, incluindo contracepção de emergência). Os métodos anticoncepcionais funcionam impedindo a ovulação (a libertação de um óvulo) ou impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. Métodos contraceptivos, incluindo contracepção de emergência, não podem ser usados para interromper uma gravidez. Você pode visitar www.findmymethod.org para aprender mais sobre os métodos contraceptivos.

    As pílulas contraceptivas de emergência (Anticoncepção de Emergência ou Pílula do Dia Seguinte) são um meio seguro e eficaz de prevenir a gravidez após uma relação sexual desprotegida. Elas funcionam impedindo a ovulação (a libertação de um óvulo) ou impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. Pílulas do Dia Seguinte não terminarão ou interromperão uma gravidez estabelecida. Seu uso é diferente dos comprimidos de aborto (que incluem mifepristona e misoprostol). Ambos os tratamentos são essenciais para a saúde reprodutiva em todo o mundo.

    Existem dois tipos comuns de aborto:

    1) Aborto com medicamentos: Abortos com medicamentos usam comprimidos para interromper a gravidez. Às vezes, os termos “aborto não cirúrgico” ou “aborto com pílulas” também são usados.

    2) Aborto cirúrgico: Nos procedimentos de aborto cirúrgico, um profissional qualificado irá esvaziar o útero através do colo do útero para interromper a gravidez. Esses procedimentos incluem aspiração manual intrauterina (AMIU) e dilatação e evacuação (D&E).

    Para informações adicionais, pode entrar em contato com nossa equipe em info@howtouseabortionpill.org.

HowToUseAbortionPill.org é afiliado a uma organização sem fins lucrativos 501c(3) com sede nos EUA.
HowToUseAbortionPill.org fornece conteúdo com fins informativos apenas e não é afiliado a nenhuma organização médica.

Desenvolvido por Women First Digital