Outras perguntas frequentes sobre aborto


O aborto é um método para prevenir a gravidez?

Os métodos de aborto não devem ser confundidos com métodos para prevenir a gravidez (métodos contraceptivos, incluindo contracepção de emergência). Os métodos anticoncepcionais funcionam impedindo a ovulação (a libertação de um óvulo) ou impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. Métodos contraceptivos, incluindo contracepção de emergência, não podem ser usados para interromper ou interromper uma gravidez estabelecida. Você pode visitar www.findmymethod.org para aprender mais sobre os métodos contraceptivos.

Qual é a diferença entre a pílula abortiva e a pílula do dia seguinte (contracepção de emergência)?

As pílulas contracetivas de emergência (PCE) são um meio seguro e eficaz de prevenir a gravidez após uma relação sexual desprotegida. Eles trabalham impedindo a ovulação (a libertação de um óvulo) ou impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. PCEs não terminarão ou interromperão uma gravidez estabelecida. As PCEs são diferentes dos regimes de aborto medicamentoso (que incluem mifepristone e misoprostol). Ambos os tratamentos são de importância crítica para a saúde reprodutiva das mulheres em todo o mundo.

O aborto médico é a mesma coisa que as pílulas abortivas? O aborto médico é o mesmo que o aborto cirúrgico?

Existem dois tipos comuns de aborto:
1) Aborto médico: Abortos médicos usam medicamentos farmacológicos para interromper a gravidez. Às vezes, os termos “aborto não cirúrgico” ou “aborto com recurso a pílulas” também são usados.
2) Aborto cirúrgico: Nos procedimentos de aborto cirúrgico, um profissional qualificado irá esvaziar o útero através do colo do útero para interromper a gravidez. Esses procedimentos incluem aspiração manual a vácuo (AMV) e dilatação e evacuação (D & E).

Como posso entrar em com vocês para obter mais informações?

Para informações adicionais, pode entrar em contato com nossa equipa em info@howtouseabortionpill.org.

Outras perguntas frequentes sobre aborto

Os métodos de aborto não devem ser confundidos com métodos para prevenir a gravidez (métodos contraceptivos, incluindo contracepção de emergência). Os métodos anticoncepcionais funcionam impedindo a ovulação (a libertação de um óvulo) ou impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. Métodos contraceptivos, incluindo contracepção de emergência, não podem ser usados para interromper ou interromper uma gravidez estabelecida. Você pode visitar www.findmymethod.org para aprender mais sobre os métodos contraceptivos.

As pílulas contracetivas de emergência (PCE) são um meio seguro e eficaz de prevenir a gravidez após uma relação sexual desprotegida. Eles trabalham impedindo a ovulação (a libertação de um óvulo) ou impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. PCEs não terminarão ou interromperão uma gravidez estabelecida. As PCEs são diferentes dos regimes de aborto medicamentoso (que incluem mifepristone e misoprostol). Ambos os tratamentos são de importância crítica para a saúde reprodutiva das mulheres em todo o mundo.

Existem dois tipos comuns de aborto:
1) Aborto médico: Abortos médicos usam medicamentos farmacológicos para interromper a gravidez. Às vezes, os termos “aborto não cirúrgico” ou “aborto com recurso a pílulas” também são usados.
2) Aborto cirúrgico: Nos procedimentos de aborto cirúrgico, um profissional qualificado irá esvaziar o útero através do colo do útero para interromper a gravidez. Esses procedimentos incluem aspiração manual a vácuo (AMV) e dilatação e evacuação (D & E).

Para informações adicionais, pode entrar em contato com nossa equipa em info@howtouseabortionpill.org.

Referências